Cupom de desconto Workana de R$ 100,00

Cupom de desconto workana de R$ 100,00
cinto de segurança e bebê conforto

Os acessórios automotivos para bebês, como cadeirinhas e assentos, são de extrema importância para garantir o transporte seguro das crianças.

Além disso atualmente o uso desses itens de segurança é obrigatório justamente por evitar que acidentes graves aconteçam.

No entanto para que a cadeirinha de transporte e o cinto de segurança sejam realmente eficientes, é preciso que sejam utilizados da maneira correta.

Você sabe como eles funcionam? Será que você instala a cadeirinha do seu bebê da maneira correta? Veja a seguir algumas informações importantes sobre a correta utilização dos acessórios automotivos para bebês.

O bebê conforto é um dos acessórios automotivos para bebê de maior importância


Primeiramente o uso do bebê conforto é obrigatório para bebês de até um ano de idade. Esse é um dos acessórios automotivos mais importantes por garantir o transporte seguro da criança.

Durante os primeiros meses de vida a criança não tem ainda o devido controle de seu corpo e, não é capaz de sustentar seu pescoço corretamente. Por isso, nesse período o risco de lesões nessa área é muito grande e, deve-se fazer de tudo para que isso seja evitado.

O bebê conforto é bastante eficiente para garantir que solavancos durante trajetos de carro e até mesmo em caminhadas não danifiquem o pescoço da criança.

Quando utilizado da maneira correta o bebê conforto juntamente com o cinto de segurança (que o prende) evita até 70% das mortes e hospitalizações ocasionadas por acidentes automobilísticos.

O uso da cadeirinha é exigido para crianças de até 13kg ou até aproximadamente 1 ano de idade. Lembrando que nesse período é ideal virar a cadeira contra o sentido do movimento do veículo para aumentar a sua eficácia.

Após esse período ainda é preciso que a criança seja transportada em uma poltrona reversível (a cadeirinha) até que atinja um peso de 25kg.

A partir daí é exigido que a criança use apenas uma poltrona de elevação para que a criança fique mais alta e consiga usar corretamente o cinto de segurança do veículo.

Neste último caso, de acordo com a lei é preciso que o assento seja usado até os 7 anos e meio de idade. No entanto especialistas recomendam a sua utilização até que a criança atinja 1,45m, o que costuma ocorrer por volta dos 10 anos de idade. Mas você pode usar outros dispositivos de segurança quando necessário como o sensor de ré entre outros.


Maneira correta de usar a cadeirinha


Antes de mais nada para que a cadeirinha de transporte cumpra adequadamente a sua função é preciso que ela esteja corretamente fixa ao veículo.

No caso do bebê conforto, é preciso que ele seja acoplado de costas para o sentido do movimento do veículo, para que em caso de acidente o efeito chicote seja evitado.

Se o carro for dotado de airbags que possam se chocar contra a criança, é necessário que sejam desativados.

No mais, vale lembrar que a cadeirinha deve sempre ser presa a um cinto de três pontos, que deve ser passado obedecendo estritamente às indicações.

Se por acaso o seu veículo não contar com um cinto desse tipo, é necessário que a troca seja realizada para garantir a segurança da criança.

Por fim, é ideal que o cinto de segurança da cadeirinha possua proteção acolchoada para garantir que a criança fique confortável durante o seu transporte. Lembre-se de que mesmo assim eles não devem estar apertados demais.


Erros na utilização do cinto de segurança


Como você viu, a cadeirinha de transporte de crianças é um dos acessórios automotivos para bebês essenciais.

Mas para que ele seja realmente eficiente é necessário que a cadeira esteja devidamente acoplada ao cinto de segurança.

Existem algumas falhas muito comuns que as pessoas cometem com relação a isso. Veja algumas delas a seguir.

Não verificar se o cinto está apertado


Para que a criança fique realmente segura na cadeirinha para carro é necessário que os cintos estejam perfeitamente ajustados.

Isso vale tanto para o cinto que prende a cadeira ao veículo quanto ao cinto que prende a criança no acessório automotivo.

O ajuste perfeito deixa apenas uma pequena folga, de modo que seja possível passar um dedo entre o cinto e a criança. Mas averigue sempre se o bebê está confortável.

Não usar cinto em crianças maiores


Lembre-se de que mesmo para as crianças maiores, os assentos de elevação devem ser fixos adequadamente e a criança deve obrigatoriamente usar o cinto do veículo.

Não usar assento de elevação


Os cintos veiculares são projetados para pessoas com mais do que 1,45m de altura. Mas é muito comum que as crianças maiores não as usem.

No entanto isso pode ser bastante perigoso porque abaixo da altura mínima o cinto pode provocar enforcamento.

Lembre-se de que além dos adultos, as próprias crianças devem ser conscientizadas sobre a importância dos acessórios automotivos para bebê e para crianças e adultos. Assim todos podem viajar seguros.
Postagem Anterior Próxima Postagem
Cupom de desconto workana de R$ 100,00