Webcitizen Busk
RSS Webcitizen
A Webcitizen é uma empresa inovadora que propõe estimular o engajamento cívico e aproximar os cidadãos entre si, de seus governos e da iniciativa privada. Temos como foco o emprego de tecnologias digitais para a criação de canais de participação, trazendo mais abertura, transparência e democracia para a administração pública e privada, promovendo um diálogo colaborativo, um senso de comunidade acessível e significativo, e em uma última análise, ajudando a criar um mundo melhor.

Aproximando cidadãos

16 de setembro de 2009

Voltar para a página inicial

Enviar para um(a) amigo(a)

Tags desta notícia:

Compartilhe este post:
Adicionar no Digg Adicionar no Stumbleupon Adicionar no Technorati Compartilhar no Facebook Adicionar no Delicious Compartilhar no Twitter

O Brasil precisa cultivar programadores sociais

Semana passada assisti em Washington ao Gov 2.0 Summit, uma primeira tentativa de articular a discussão sobre como usar o imenso potencial da internet para fortalecer a cidadania e a democracia, com aplicativos produzidos pela sociedade civil para melhorar o mundo. Num intervalo, consegui me aproximar do organizador do evento, Tim O´Reilly, e perguntei a ele como essa idéia, que descentraliza a produção de ferramentas de web colocando a responsabilidade nas mãos do cidadãos, poderia ser aplicada em um País como o Brasil, no qual o número de web-empreendedores é pequeno.

Well, vocês devem cultivar essa comunidade.” Enfim: o problema é nosso.

A resposta me incomodou. Achei que O´Reilly estava lavando as mãos. Fiquei pensando nisso deste então e cheguei a uma conclusão dura: o que me incomodou não foi o sorriso de O’Reilly. Foi o fato de que ele estava certo. O problema é nosso mesmo. Embora essa discussão sobre Gov 2.0 seja nova até mesmo nos Estados Unidos, fica claro que a situação do Brasil em relação a desenvolvimento para web ainda é demasiadamente precária.

Enquanto nós brasileiros ficamos analisando se Facebook é bom ou não, ou criticando o barulho criado pelo Twitter, são os americanos que estão construindo estas ferramentas que mudam a forma como nos relacionamos por aqui. Sempre tivemos papel importante de rapidamente adotar ferramentas como MSN, Orkut, Blogger. Estima-se que existam aproximadamente 63 milhões de brasileiros na internet, o que ultrapassa até mesmo números de países desenvolvidos como França, Itália e Reino Unido. No entanto, apesar de todas essas pessoas online, ainda não conseguimos produzir um único aplicativo sequer de relevância nacional, muito menos internacional. Não estaria na hora de mostrarmos nossa criatividade, deixarmos de ser apenas seguidores e participarmos desta conversa?

Se cabe a nós, cidadãos, produzir ferramentas para resolver problemas da sociedade, qual a parte que cabe ao governo? Após a conferência, percebo que a transformação do governo brasileiro em plataforma de inovação para web tem que se dar na tentativa de resolver uma tríade de necessidades básicas.

1) Precisamos reduzir o tempo e o custo da experimentação. Startups são experimentos. Como qualquer outro experimento, existe uma alta chance de dar errado. Bom, “se a falha é inevitável, que seja rápida e que seja barata” diz Eric Ries do blog LessonsLearned. A fórmula de sucesso é reduzir riscos e aumentar a agilidade para que possamos errar aprender mais. Oferecer hospedagem gratuita para aplicativos voltados ao bem público seria uma grande ajuda do governo nessa direção. O governo brasileiro tem a chance de fazer do Brasil o primeiro país a oferecer um serviço de cloud computing público, o que quebraria uma das maiores travas da programação para web no país: a falta de servidores de qualidade. Sem dúvida isso seria um marco na infraestrutura do país. O equivalente das estradas e pontes do século passado é essa a infraestutura do século XXI. Uma verdadeira web-obra.

Eric Ries do Lessons Learned: "Que a falha seja rapida e barata".

Eric Ries do blog Lessons Learned: “Que a falha seja rápida e barata”.

2) Precisamos ter matéria prima para ser trabalhada. A matéria prima principal da próxima web são dados, já dizia Tim Bernes Lee. De preferência limpos e frescos – mas se só existem crus, já é um bom alimento. Disponibilizar dados públicos é fundamental para visualizar mais claramente quais são os problemas e consequentemente quais as novas soluções. O Brasil precisa de uma política pública de transparência através da disponibilização em tempo real de dados governamentais, como os Estados Unidos estão fazendo no site data.gov

Vivek Kundra, Federal CIO (chief of Information Office): "O objetivo é democratizar os dados, torna-los disponíveis publicamente em um formato legível para máquinas. Hoje já são 110 mil fontes de dados."

Vivek Kundra, Federal U.S. CIO (Chief Information Officer): "O objetivo é democratizar os dados, torna-los disponíveis publicamente em um formato legível para máquinas. Hoje já são 110 mil datasets."

3) Precisamos de pessoas interessadas em produzir ferramentas cidadãs. Se já não bastasse a falta de empreendedores na web brasileira, a situação é agravada pela descrença em causas públicas. Uns acham o setor público podre demais, outros não acreditam que podem sobreviver fazendo o bem pra sociedade. Seja por qual motivo da descrença, o governo tem que conquistar o interesse dessa nova geração de inovadores. Precisamos de incentivos – sejam eles abatimentos nos impostos, prêmios em dinheiro ou simplesmente oportunidades de ganhar visibilidade para que mais pessoas tenham como objetivo ajudar a sociedade através da internet. O que estão fazendo nos Estados Unidos é premiar melhores iniciativas, com prêmios como o Apps for America e o Apps for Democracy. Os norte-americanos têm como tradição acreditar que as premiações podem gerar um valor muito maior do que o total distribuído. Mas se você é daqueles que só acredita vendo (preferencialmente vendo números), o caso do Apps for Democracy é exemplar. Em apenas 30 dias e oferecendo um prêmio de só 50 mil dólares, o desafio gerou 47 aplicativos, cujo valor total de mercado estimado é de US$2,3 milhões. Investir 50 mil para ganhar 2,3 milhões – não é um bom negócio? A premiação é uma forma de estimular o empreendedorismo e reconhecer colaborações para o bem público (conquistas intelectuais importantes para a nossa evolução). Que tal um Prêmio Brasileiro de Inovação Pública Online?

Ter o governo como plataforma significa criar um ambiente para o exercício da webcidadania. Só assim teremos massa crítica para que a sociedade use a internet para resolver nossos problemas. Não será apenas uma iniciativa que irá transformar o Brasil em uma nação digital. Mas é preciso ter um compromisso com a idealização e realização de soluções. É preciso começar.

Texto e fotos de Helder Araujo. Co-fundador da WebCitizen.

13 comentários para “O Brasil precisa cultivar programadores sociais”

  1. [...] This post was mentioned on Twitter by Solon Brochado. Solon Brochado said: RT @Webcitizen_: Novo post no blog http://webcitizen.com.br – O Brasil precisa cultivar programadores sociais. #g2sww http://bit.ly/lcbZx [...]

    Tweets that mention O Brasil precisa cultivar programadores sociais. « Webcitizen -- Topsy.com setembro 17, 2009 às 12:31 pm
  2. O engajamento da sociedade, através dos meios de inovação – na discussão política é um problema nosso (Brasil) como essência.

    Esta ampliação da discussão deve ser encarada e estimulada como um ato-cidadão. Neste momento os políticos discutem as barreiras eleitorais para uso de novas tecnologias, mas o que o cidadão não toma como dimensão é que no jogo da cidadania já há um atrasado da “sofisticação” (mindset) deste engajamento social (não político, não partidário, não organizado…) mas da espontaneidade dos fatos na contribuição do SER social. Fato este que permite de forma ímpar ampliar… amplificar a condução dos interesses para o bem comum da sociedade, dos fatos políticos, da condução pública e coletiva destas decisões e conduções.

    Os 3 pontos apresentados por você são considerações valiosas sobre a ponte que se pode criar (ou querer ter) para termos um ambiente favorável para esta conquista do indivíduo e da sociedade e para que as “vias” de inovação venham realmente contribuir na ‘evolução’ da cidadania.

    Parabéns!
    Alexandre Canatella

    Alexandre Canatella setembro 17, 2009 às 12:45 pm
  3. A questão de uma base de dados integrada é fundamental. Não somente para aplicativos online, mas também para a difusão de todo o conhecimento.

    A melhor plataforma, em minha opinião, hoje, são Ipeadata e Seade, que são até bastante dinâmicos. Mas faltam muitos dados que, para serem encontrados, só buscando nos sites dos ministérios ou no IBGE. E são dados crus, de forma que planilhas em excel têm de ser sempre consolidadas.

    Conheço alguns bons projetos relacionados à educação em relação a tratamento de dados. Se tiverem interesse, posso indicar algum responsável.

    Abs.

    Carol setembro 17, 2009 às 1:12 pm
  4. É realmente esse o caminho. O importante é consolidar junto a essa dinâmica de inovação tecnológica a inclusão digital de muitos brasileiros ainda à margem para poderem participar, mas, realmente, essa é outra discussão e deriva do resultado das descobertas de projetos mais abrangentes.

    Sucesso a todos.

    Bruno Resende Ramos setembro 17, 2009 às 11:32 pm
  5. Helder,

    Muito boa inciativa. Estou trabalhando na extração dos dados, veja mais em: http://1anonimo.wordpress.com/category/dados-publicos/
    Estou trabalhando com o Helder Ribeiro http://helderribeiro.net/?p=180 na extração dos dados.
    Estamos finalizando junto com o Partido Pirada a tradução e instalando do http://www.nationbuilder.com

    Muito bom de encontrar outro grupo para fortalecer o movimento.
    @1anonimo

    oanonimo setembro 18, 2009 às 1:48 pm
  6. I spent a lot of time reading your blog, it’s awsome

    unlock codes outubro 17, 2009 às 7:11 am
  7. What tamplate do you use in your blog? Very interesting articles

    free karaoke software outubro 21, 2009 às 8:45 am
  8. Excellent article, bookmarked for future referrence

    free palm pre outubro 23, 2009 às 3:10 pm
  9. We really love this webpage. Wewish we could come here all the time. Always keep on posting much more stuff!

    proxy site fevereiro 8, 2011 às 12:34 am
  10. Sorry for the huge review, but I’m really loving the new Zune, and hope this, as well as the excellent reviews some other people have written, will help you decide if it’s the right choice for you.

    gta vice city android download janeiro 11, 2014 às 11:24 pm
  11. Wow! This can be one particular of the most beneficial blogs We have ever arrive across on this subject. Basically Great. I’m also an expert in this topic so I can understand your hard work.

    Business Management março 24, 2014 às 3:41 am
  12. Thanks a lot for providing individuals with a very wonderful chance to check tips from this website. It is always very good and stuffed with a lot of fun for me and my office friends to visit your website nearly thrice in one week to see the new tips you have got. Of course, I’m also always motivated considering the gorgeous methods served by you. Some 2 tips in this posting are truly the finest I’ve ever had.

    http://tradesalberta.info/ março 24, 2014 às 6:16 am
  13. Howdy I am so thrilled I found your webpage, I really found you by accident,
    while I was researching on Yahoo for something else, Anyhow I am
    here now and would just like to say thank
    you for a fantastic post and a all round thrilling blog (I also love the theme/design), I don’t have time to browse it all at the minute but I have
    saved it and also added your RSS feeds, so when I have time I will be back to read a great deal more, Please do keep up the great work.

    Breitling Watches abril 19, 2014 às 2:41 am

Deixe um comentário


No public Twitter messages.
Creative Commons
Votenaweb Webcitizen